Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Ecclesia Sancta! Em defesa da Igreja e do Papa

Além de manifestar minha total e integral adesão ao Sumo Pontífice, Bento XVI, faço minhas as palavras de Dom Cristiano Krapf. Uma das muitas vozes que nestes tempos tem tido a coragem de se levantar para defender a integridade do Romano Pontífice contra a articulada onda de ataques a Igreja e a pessoa do Papa.

Os escândalos mais propagados para desacreditar a mensagem da Igreja se referem a pecados contra o sexto mandamento: Não cometer adultério. Esse mandamento incomoda muita gente. Muitos falam e agem como se nada fosse pecado.

É inegavél o atual destaque aos escândalos envolvendo sacerdotes. Mas não se deve esquecer de que estes casos aconteceram em sua grande maioria a muitas décadas atrás, a Igreja tomou várias atitudes que só foram possíveis graças a grande força a sabedoria da Igreja.

Haverá escândalos, mas ai daquele … que escandalizar um só destes pequeninos. (Lc 17, 1-2) São as palavras mais pesadas de Jesus. Inimigos da Igreja fazem aumentar os escândalos, espalhando as notícias sobre pecados de padres. Aparecem algumas coincidências estranhas:

· A maioria das denúncias se refere a casos de práticas homossexuais com menores em décadas passadas.

· As acusações passaram a envolver bispos que não teriam usado do devido rigor para tirar tais padres pecadores da circulação.

· Com esse argumento, denunciantes e advogados conseguiram indenizações pesadas das dioceses, primeiro nos Estados Unidos, depois na Irlanda, agora na Alemanha.

· No Brasil apareceu um caso especialmente escandaloso em Alagoas que fez a cidade de Arapiraca ficar “famosa” no mundo inteiro. Um filminho mostra um monsenhor em práticas homossexuais com um jovem. O cenário foi armado em combinação com outro jovem. Os dois conseguiram extorquir dinheiro com a promessa de guardar segredo. Agora vendem o filminho e denunciam dois monsenhores por crimes de pedofilia, dizendo que os abusos começaram quando ainda eram menores. Em alguns países da Europa, onde os bispos têm o título de monsenhor, a notícia apareceu como se os dois pecadores fossem bispos.

· Adversários tentam atingir e desmoralizar os bispos e o Papa. Uma grande revista alemã fez uma reportagem com este título: Irmão do Papa envolvido com pedofilia quando era dirigente de um coral de meninos. Lendo o texto se vê que o “crime” dele foi outro, uma bofetada num menino que perturbava um ensaio do coral.

· Descobriram que no tempo que o Papa foi arcebispo de Munique, um padre pedófilo foi acolhido para tratamento psiquiátrico e não melhorou.

· Acusam o Papa que no seu tempo de responsável pela doutrina da fé não impediu casos de pedofilia na Igreja. Como podia controlar a vida pessoal dos 400 000 padres espalhados pelo mundo inteiro? Fez o possível para tratar as denúncias com o devido cuidado, aconselhando que os denunciantes recorressem à justiça civil.

Adversários do Papa fazem de tudo para desgastar a sua autoridade. Trazem notícias distorcidas sobre casos de quatro décadas atrás, para acusá-lo de falta de firmeza diante de novas denúncias sobre antigos abusos.

Os pontos parecem simples e são, mas a realidade da articulada ação contra a autoridade da Igreja é simples assim, tanto que muitas pessoas não conseguem enxergar.

Para ver a hostilidade de muitos contra o Papa, basta conferir o que diz uma revista que pede a sua renúncia: Com sua autoridade desgastada, por que é que o Papa permanece no cargo?

Para ler o texto na íntegra confira aqui.

***

Apoie o Santo Padre!

Entre nas fileiras do exército que assinará um abaixo assinado em Apoio ao Santo Padre:

http://www.ipco.org.br/home/seu-apoio-a-igreja

Nenhum comentário: