Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 11 de outubro de 2009

Circulando na Internet


A Rede, apesar de todos os seus defeitos, também tem sido utilizada como um gigantesco sistema de apoio humano; todos os dias circulam cartas eletrônicas com textos ora interessantes, ora aborrecidos. Existe o problema da autoria: eu mesmo já vi muitas das colunas que escrevo aqui assinadas por outras pessoas, e textos que nunca escrevi sendo atribuídos a mim. A seguir, um pouco do material recebido esta semana (e cuja autoria estou atribuindo às pessoas indicadas nas cartas):
O bambu chinês (Covey)
Depois de plantada a semente do bambu chinês, não se vê nada por aproximadamente 5 anos - exceto um diminuto broto. Todo o crescimento é subterrâneo; uma complexa estrutura de raiz, que se estende vertical e horizontalmente pela terra, está sendo construída.
Então, ao final do 5.º ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros. Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento e, às vezes, não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas, se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5º ano chegará; com ele virão mudanças que você jamais esperava.
Lembre-se que é preciso muita ousadia para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita profundidade para agarrar-se ao chão. Prece árabe (traduzida por Seme Draibe) Deus, não consintas que eu seja o carrasco que sangra as ovelhas, nem uma ovelha nas
mãos dos algozes.
Ajuda-me a dizer sempre a verdade na presença dos fortes, e jamais dizer mentiras para ganhar os aplausos dos fracos. Meu Deus, se me deres a fortuna, não me tires a felicidade; se me deres a força, não me tires a sensatez; se me for dado prosperar, não permita que eu perca a modéstia, conservando apenas o orgulho da dignidade.
Ajuda-me a apreciar o outro lado das coisas, para não acusar meus adversários com mais severidade do que a mim mesmo. Não me deixes ser atingido pela ilusão da glória, quando bem sucedido, e nem pelo desespero, quando derrotado. Lembra-me que a experiência de uma queda poderá proporcionar uma visão diferente do mundo.
Ó Deus! Faze-me sentir que o perdão demonstra força, e que a vingança é prova de fraqueza. Se me tirares a fortuna, deixe-me a esperança. Se me faltar a saúde, conforta-me com a graça da fé.
E quando me ferir a ingratidão e a incompreensão dos meus semelhantes, cria em minha alma a força da desculpa e do perdão. Finalmente Senhor, se eu Te esquecer, Rogo que nunca Te esqueças de mim.

Nenhum comentário: