Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

sábado, 5 de setembro de 2009

Ensaio geral

Hoje com grande satisfação coloco esta publicação de Nilson Souza que li e considerei muito boa, digna de leitura.

***
Ensaio geral

Uma banda escolar inaugurou setembro no meu refúgio interiorano. Primeiro o som do bumbo invadiu a praça central, depois chegaram os meninos e as meninas em colunas previamente organizadas, uns compenetrados, outros sorridentes, todos no ritmo imposto pelo gordinho de bochechas rosadas. Atrás dele vinham os taroleiros, matraqueando furiosamente seus instrumentos leves, sem tirar os olhos do orgulhoso puxador da marcha. Por fim, passaram os estudantes convocados apenas para desfilar, erguendo os joelhos na altura do peito e batendo com força a sola dos tênis no paralelepípedo, como se o barulhão do bumbo saísse de seus pés. Era um ensaio geral para a Semana da Pátria, desta pátria amada tão negligenciada e tão vilipendiada por quem deveria dar exemplo àqueles jovens.Parei para olhar, ouvir e dar passagem, evidentemente, e percebi que aquele desfile de faz de conta reunia alunos de várias escolas. Dois ou três professores, de apito na boca, suavam sob esse sol extemporâneo de final de inverno para manter a ordem da tropa e acertar o passo dos distraídos, provavelmente para que ninguém faça feio diante das autoridades no dia da cerimônia oficial. Como se Suas Excelências merecessem tanto zelo e tanta perfeição. Mas não se pode confundir o país com seus eventuais desgovernantes. É para a Pátria – e não para seus exploradores – que os meninos e as meninas exibem a sua esperança num futuro melhor para todos.Eu acredito nesta rapaziada.Se não acreditasse, passaria a crer depois daquele desfile. O último bloco da marcha era formado por pessoas especiais, também elas recrutadas momentaneamente de seu mundo exclusivo e distante para servir ao país. E era de se ver como aquelas crianças-adultas, de olhar distante e pensamento incógnito, movimentavam com alegria os músculos que ainda lhes obedecem, sempre no ritmo da banda escolar, que, afinal, é também o ritmo da pátria altiva e solidária que um dia os brasileiros haverão de construir.

Nenhum comentário: