Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

segunda-feira, 14 de julho de 2008

LEI DA CONVIVÊNCIA - II


Coisa bem humana é a assimilação de características alheias pela aproximação segundo uma certa convivência.
Observemos a relação de um filho com seu pai: O pai geralmente tem uma relação de cuidado para com seu filho, e além disso de responsabilidade. Ele quer sempre garantir para seu filho aquilo que sempre (ou talvez) lhe foi neglicenciado na infância, e isto vai, aos poucos, sendo percebido pelo filho. Isto talvez não transparece na recente atuação dos filhos, mas é natural e sendo assim, sempre de uma forma ou de outra se encontra nesta relação.
Os filhos, até uma certa idade, olham para os pais tentando os imitar, vendo neles pessoas que tem todas as características que são necessárias para uma pessoa adulta.E por causa disso, tentam sempre agir o mais parecido com eles... as vezes a mãe pega a filha tentado usar suas roupas, o pai flagra o filho mexendo nas ferramentas para consertar algo... são coisas que podem demonstrar isso.
Mas é a CONVIVÊNCIA na família que vai atingir o modo de comportar-se da criança. Um exemplo bem vivo disto que traz prazer ao recordar é o de uma família onde os pais rezavam todas as noites diante de uma imagem da Santa Ceia, os filhos foram crescendo e sempre rezam diante dessa imagem antes de dormir. Independente de estarem motivados pela fé, este hábito passou a ser também um hábito dos filhos pela convivência.


Pax Christi.

Nenhum comentário: