Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Jo 15, 1-8

QUARTA-FEIRA
V SEMANA DO TP
Valderi


Neste evangelho encontramos uma imagem que é das mais bonitas que Jesus utiliza nos evangelhos ao falar da Sua relação com o Pai e conosco.
Eu sou a videira verdadeira... Jesus declara com isto que é a única fonte de onde brota e pode brotar a verdade, ou seja, com esta declaração fica completamente extirpada a possibilidade de um segundo ou terceiro caminho que não o de Jesus, já que Ele é a videira verdadeira e as outras que possam existir são falsas ou insuficientes.
E meu Pai é o agricultou... o Pai é o que cultiva a humanidade desde a criação, desde o primeiro homem. Deus Pai é a fonte da VIDEIRA, ou seja, Ele é a fonte da existência da vida! É claro que ao falarmos do Pai falamos de Jesus e do Espírito, já que são unos, mas o detalhe da origem de tudo, dos princípios, da vida, da felicidade, do amor, da graça... é o Pai. Ele nos cultive na medida em que somos parte desta videira, que é Jesus! É uma imagem claríssima do que é o Pai e o Filho em suas ações.
E podemos não ser fruto desta videira, já que todos sem escapatória somos vidas criadas por este Pai?
Bem, podemos! Não é um processo “natural” mas graças ao que chamamos de LIBERDADE - e as vezes nos orgulhamos de ser “LIVRES”- podemos não aceitar que existe UMA videira, ou um caminho, uma verdade, ou simplesmente queremos achar que podemos subsistir sem esta
verdade. Assim, posso fazer de minha casa uma santuário maluco de várias coisas que juntas podem me dar “energia”, uma ajo como maquinho pulando de galho em galho, ou seja, uma hora sendo católico outra qualquer coisa... assim somos cobaias de nossa própria incerteza existêncial, quero dizer: não sabemos no fundo, onde está a verdade!
Pois eis a verdade: Eu sou a videira e vós os ramos... Jesus é a videira, Jesus é a verdade, Ele pode te dar a resposta que estás precisando. Não somos feitos para a confusão, a perdição, somos feitos para a UNIDADE, união inquebrantável e inabalável à mesma vide, Jesus! Ele é rocha firme que sustenta nossa existência.
Unidos a Ele somos unidos ao Pai e ao Espírito, ou seja, unidos ao Cristo estamos unidos à fonte da existência, da criação. Isto nos deveria fazer lutar contra tudo para permanecermos a esta videira já que ela é a única verdade.
Isto não produz efeito somente no plano espiritual, aquele que permanece em mim, e eu nele, esse produz muito fruto. É claro, visto que estamos já unidos a Cristo e está união nos faz acolher as graças que abundantes, de Deus, elas acabam produzindo o efeito da ação em nós. Somos, deste modo, impulsionados aos nossos irmãos que são criados como nós e tem essa tendência de unir-se com nós, por isso temos caridade com eles e não com as pedras de um calçamento, por exemplo. Coisa bem trágica é que espera os que não estão unidos a Cristo, quem não permanecer em mim, será lançado fora como um ramo e secará. Temos que examinar nossas vidas e quem sabe nossas concepções para ver se realmente estamos ligados, unidos a Jesus segundo suas palavras, sua mensagem. E isto nós recebemos fielmente através de sua Igreja, que a transmite, não sem sofrimento, ao mundo todo.
Essa união incondicional a Cristo com fidelidade nos garante essas palavras de Cristo que não deixam de ser um consolo aos seus discípulos: se permanecerdes em mim... pedi o que quiserdes e vos será dado.

Nenhum comentário: