Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 16 de dezembro de 2007

No dia que completei 60 anos

Recentemente, em uma entrevista, eu disse que fazer 60 anos é igual a fazer 35 ou 47: bolo de aniversário, soprar velinhas, etc. Mas não é exatamente assim, e gostaria de dividir com os meus leitores como eu decidi comemorar esta data.

Normalmente celebro meu aniversário no dia 19 de março, festa de meu santo padroeiro, São José. Este ano, em fevereiro, eu estava lendo meu blog, vendo a alma dos meus leitores, e tive um impulso: por que não convidar 10 pessoas para a festa? Coloquei a mensagem, e disse que os primeiros que escrevessem seriam bem-vindos. Acontece que no dia seguinte, as dez primeiras mensagens vinham de lugares mais variados do planeta: Brasil, Japão, Inglaterra, Venezuela, Qatar, etc. A festa seria em Puente La Reina, no Caminho de Santiago - ou seja, longe de aeroportos ou meios de transporte normais. Por outro lado, não tinha certeza se os leitores entenderam direito a mensagem: eu convidava para a festa, mas não pagava as despesas de viagem.

Mandei um correio eletrônico explicando. Os dez disseram que tinham entendido perfeitamente. Eu senti uma imensa responsabilidade, mas mantive minha palavra, e creio que todos se divertiram e passaram uma noite especial (pelo menos eu passei!). Até hoje eles se comunicam entre si.

O tempo passou, e chegou a véspera do dia que nasci. Meu plano era fazer o que sempre faço, e assim foi. No dia 23 de agosto as 23:15 fui para Lourdes, de modo a passar a 0h05 hs do dia 24, momento que nasci, diante da gruta de Nossa Senhora, agradecer pela minha vida até então, e pedir proteção para o futuro. Foi um momento muito forte, mas enquanto dirigia de volta para St. Martin (onde tenho um pequeno moinho para passar o verão), me senti extremamente só. Comentei com minha mulher. “Mas foi você que escolheu isso!” Respondeu ela. Sim, eu tinha escolhido, mas comecei a ficar incomodado. Nós dois estávamos sós neste imenso planeta.

Liguei meu telefone portátil. Na mesma hora ele soou - era Monica, minha agente e amiga. Cheguei em casa e outros recados me esperavam. Fui dormir contente, e no dia seguinte vi que não tinha a menor razão de sentir aquela opressão na véspera. Começaram a chegar flores, presentes, etc. Pessoas em comunidades na internet tinham feito coisas extraordinárias usando imagens e textos meus. Tudo tinha sido organizado, na maior parte dos casos, por gente que nunca vi em minha vida - exceção feita a Márcia Nascimento, que fez um trabalho mágico, e que me dá a alegria de dizer: sou um escritor que tem um fã-clube (do qual ela é a presidente mundial)!

E nesse momento, entendi duas coisas muito importantes. A] por mais famoso que você seja, sempre terá a sensação de estar sozinho. B] por mais desconhecido que você seja, sempre estará cercado de amigos, mesmo que jamais tenham visto suas faces. Mesmo quando eu não era conhecido, sempre tive uma mão estendida no momento que precisei. Deixo, portanto Kahlil Gibran descrever, com sua maestria única, este sentimento (adaptei por causa do tamanho da coluna):

“O seu amigo é o campo onde você semeia com amor, e colhe com agradecimento. É o seu lar, e a sua mesa”.

“Quando ele estiver calado, saiba que mesmo assim os dois corações continuam conversando.”

“Quando tiver que separar-se dele, não sofra. Porque verá melhor a importância da amizade por causa desta ausência, da mesma maneira que um montanhista vê melhor a paisagem a sua volta distante da planície.”

“Que o que tiver de melhor, possa dividir com seu amigo.”

“Permita que ele conheça e participe não apenas dos seus momentos de alegria, mas também dos momentos de tristeza.”

“E saiba que um amigo não está ao seu lado para ajudar a matar o tempo, e sim para ajudá-lo a viver em toda a sua plenitude.”

paulocoelho@paulocoelho.com.br
www.paulocoelhoblog.com/bruxadeportobello

Nenhum comentário: