quarta-feira, 7 de novembro de 2007

CARTA ENCÍCLICAHUMANAE VITAEDE SUA SANTIDADE O PAPA PAULO VI SOBRE A REGULAÇÃO DA NATALIDADE

Aos veneráveis Irmãos Patriarcas,

Arcebispos, Bispos

e outros Ordinários do Lugar

em paz e comunhão com a Sé Apostólica,

ao Clero e aos Fiéis de todo o mundo católico

e também a todos os homens de boa vontade.

Veneráveis Irmãos e diletos filhos


A transmissão da vida
1. O gravíssimo dever de transmitir a vida humana, pelo qual os esposos são os colaboradores livres e responsáveis de Deus Criador, foi sempre para eles fonte de grandes alegrias, se bem que, algumas vezes, acompanhadas de não poucas dificuldades e angústias.
Em todos os tempos o cumprimento deste dever pôs à consciência dos cônjuges sérios problemas; mas, mais recentemente, com o desenvolver-se da sociedade, produziram-se modificações tais, que fazem aparecer questões novas que a Igreja não podia ignorar, tratando-se de matéria que tão de perto diz respeito à vida e à felicidade dos homens.

Nenhum comentário: