Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 11 de fevereiro de 2007

Quinto pecado capital: Gula

Segundo o dicionário: substantivo feminino, do latim gula. Excesso na comida e bebida; avidez, gulodice.

Segundo a Igreja Católica: desejo desordenado pelo prazer conectado com comida ou bebida. Não se deve cortejar alimentos que atacam a saúde. Não se deve dar mais atenção à comida do que aos que nos acompanham. A intoxicação injustificada é uma completa perda da razão e um pecado mortal.

Segundo Peter de Vries: a gula é um distúrbio; significa que algo está nos devorando por dentro.

Do Verba Seniorum (A sabedoria dos antigos): O abade pastor passeava com um monge de Sceta, quando foram convidados para comer. O dono da casa, honrado pela presença dos padres, mandou servir o que havia de melhor.

Entretanto, o monge estava no período de jejum; quando a comida chegou, pegou uma ervilha, e mastigou-a lentamente. E nada mais comeu.

Na saída, o abade pastor conversou com ele:

- Irmão, quando for visitar alguém, não torne a sua santidade uma ofensa. Da próxima vez que estiver em jejum, não aceite convites para jantar.

Receita de fígado de ganso com trufas: limpa-se o fígado de ganso impecavelmente, corta-se o fígado e as trufas em quadradinhos pequenos. Forra-se totalmente uma terrina pequena e alta com várias tiras pequenas de toucinho (estas tiras devem ser finíssimas). Tempera-se com um pouco de sal e pimenta e espalham-se por cima alguns bocadinhos de trufas. Põem-se os restantes bocadinhos de fígado e de trufas em camadas sucessivas. Fecha-se a terrina hermeticamente com ajuda de uma tira de massa feita de farinha e água e leva-se o foie gras a cozer em banho-maria no forno durante 50 a 60 minutos.Depois desta operação coloca-se um peso por cima para a pasta ficar compacta.

A fome no mundo: O número de pessoas famintas nos países em desenvolvimento deve diminuir dos atuais 777 milhões para cerca de 440 milhões em 2030. Isso significa que a meta da Cúpula Mundial de Alimentação, acertada em 1996, de diminuir pela metade o número de pessoas famintas em relação aos níveis verificados em 1990-92 (815 milhões), não será atingida nem mesmo em 2030. África subsaariana é motivo de grande preocupação porque o número de pessoas cronicamente subnutridas só cairá provavelmente dos atuais 194 milhões para 183 milhões em 2030 (Fonte: relatório da FAO - Agricultura mundial: rumo a 2015/2030).

Em uma história sufi: Um padeiro queria conhecer Uways, e este foi à padaria disfarçado de mendigo. Começou a comer um pão, o padeiro espancou-o e atirou-o na rua.

- Louco! - disse um discípulo que chegava - não vê que expulsou o mestre que queria conhecer?

Arrependido, o padeiro perguntou o que podia fazer para que o perdoasse. Uways pediu que convidasse a ele e seus discípulos para comer.

O padeiro levou-os até um excelente restaurante, e pediu os pratos mais caros.

- Assim distinguimos o homem bom do homem mau, disse Uways para os discípulos, no meio do almoço. - Este homem é capaz de gastar dez moedas de ouro num banquete porque sou célebre, mas é incapaz de dar um pão para alimentar um mendigo com fome.

Comentário do Tao Te King: Trinta raios unem-se no cubo formando uma roda. Mas é seu vazio central que permite a utilização do carro. Modelai o barro para fazer um jarro. Recortai no espaço vazio das paredes portas e janelas a fim de que um quarto possa ser usado.

Dessa forma o ser produz o útil mas é o vazio que o torna eficaz.

(na próxima semana: Inveja)

paulocoelho@paulocoelho.com.br

www.paulocoelhoblog.com/bruxadeportobello

Nenhum comentário: