Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

terça-feira, 8 de março de 2005

Da importância dos aliados

O guerreiro da luz que não compartilha com outros a alegria de suas escolhas jamais irá conhecer as próprias qualidades e defeitos.

Portanto, antes de começar qualquer coisa, busque aliados, gente que se interesse pelo que você está fazendo.

Não digo “busque outros guerreiros da luz”.

Digo: encontre pessoas com diferentes habilidades, porque a luta de um guerreiro por seu sonho não é diferente de qualquer caminho seguido com entusiasmo.

Seus aliados não serão necessariamente aquelas pessoas que todos olham, se deslumbram, e afirmam: “Não existe ninguém melhor”. Muito pelo contrário: são pessoas que não têm medo de errar, e, portanto, erram muito. Por causa disso, nem sempre o que fazem é elogiado ou reconhecido.

Mas é esse tipo de pessoa que transforma o mundo, e depois de muitos erros consegue acertar algo que fará a diferença completa em sua comunidade.

Os aliados são pessoas que não podem ficar esperando que as coisas aconteçam, para depois poderem decidir qual a melhor atitude a tomar: elas decidem à medida que agem, mesmo sabendo que esse tipo de comportamento é muito arriscado.

Conviver com os aliados é importante para um guerreiro da luz; juntos, todos entendem que, antes de escolher o objetivo, são livres para mudar de idéia. Mas, depois do objetivo ter sido determinado, concentram-se apenas nos passos que precisam dar. E pensam, à medida que caminham: “Cada passo requer muito esforço, mas vale a pena o risco, vale a pena apostar a própria vida”.

Os melhores aliados são aqueles que não pensam como a maioria das pessoas. Por isso, ao buscar companheiros para dividir o entusiasmo do sonho, é importante acreditar na intuição, e não dar importância aos comentários alheios. A maior parte dos seres humanos sempre julga os outros tendo como modelo sua própria limitação e às vezes a opinião da maioria é cheia de preconceitos e medos.

Junte-se a todos que experimentam, arriscam, caem, se machucam, e tornam a arriscar. Afaste-se daqueles que afirmam verdades, criticam os que não pensam como eles, jamais deram um passo sem ter certeza de que seriam respeitados por isso, e preferem o conforto das certezas que as tensões das dúvidas.

Junte-se aos que se expõem e não temem ser vulneráveis: esses olham o que seu próximo está fazendo, não para julgá-lo, mas para admirá-lo por sua dedicação e coragem.

Talvez o guerreiro sinta-se tentado a pensar que seu sonho não interessa a todo mundo, como aos padeiros ou os agricultores, por exemplo. Mas eles terão no guerreiro da luz um bom exemplo de perseverança e coragem. E um padeiro pode ensinar muitas coisas, tais como a mistura exata dos ingredientes, que é mais baseada na intuição que na técnica. Um agricultor pode mostrar a importância da paciência, do suor, do respeito às estações, e da inutilidade de blasfemar contra as tempestades, porque isso é uma perda de tempo.

Portanto, cada um tem algo diferente a ensinar: e é a soma dessas diferenças que chamamos de “sabedoria”.

Junte-se aos que são flexíveis, e entendem os sinais do caminho. São pessoas que não hesitam em mudar de curso quando descobrem uma barreira intransponível, ou quando vislumbram uma oportunidade melhor. Possuem a qualidade da água: contornar rochas, adaptar-se ao curso do rio, às vezes transformar-se em lago - até que a depressão esteja cheia e possa continuar seu caminho, porque a água não esquece que seu destino é o mar, e mais cedo ou mais tarde deverá chegar até ele.

Junte-se aos que jamais disseram: “acabou, preciso parar por aqui”; porque assim como o inverno é seguido pela primavera, nada pode acabar, e a estrada do guerreiro é um caminho sem fim. Depois de atingir seu objetivo, ele encontrará um novo desafio, e é necessário recomeçar de novo, sempre usando tudo que aprendeu enquanto andava.

Junte-se aos que cantam, contam histórias, desfrutam a vida, e têm alegria nos olhos; porque a alegria é contagiosa, e sempre consegue impedir que as pessoas se deixem paralisar pela depressão, pela solidão, e pelas dificuldades.

Junte-se com quem anda de cabeça erguida, mesmo que esteja com lágrimas nos olhos. Afaste-se de quem anda de cabeça erguida porque jamais chorou, jamais olhou para os lados.

Um verdadeiro guerreiro da luz não confunde arrogância com autoridade, alegria com superficialidade, persistência com impaciência. Ele tem suas dúvidas, às vezes sente-se oprimido pela solidão, mas sabe que existe muita gente pensando como ele, e é apenas uma questão de tempo até encontrar seus verdadeiros aliados.

Nenhum comentário: