Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

terça-feira, 29 de abril de 2003

Sete histórias muito curtas

Os dois bolsos (tradição hassídica)
Rabbi Bunam dizia aos seus discípulos:
- Todo mundo deve ter dois bolsos, e um bilhete em cada um. De um lado, estará escrito: "Deus criou o mundo para que eu pudesse admirá-lo. Do outro lado estará escrito: "Eu sou apenas cinzas e pó"
Adeus (Richard Marius)
Durante as atrocidades que acompanharam a revolução bolchevique, milhares de pessoas eram arbitrariamente presas, agredidas, despidas, e executadas com um tiro na nuca. Uma testemunha conta: "No momento mais trágico de nossas vidas, temos uma absoluta necessidade de não nos sentirmos sozinhos. Portanto, a maioria das vítimas pedia para dizer adeus - e como não havia ninguém por perto, abraçavam e se despediam dos seus carrascos. "
O motivo de estar aqui (Gregory Corrigan)
O homem caminhou pela principal rua de sua cidade, viu mendigos, aleijados, miseráveis. Como não conseguia mais conviver com tanta miséria, clamou aos céus: "Deus, como podes amar tanto o ser humano, e ao mesmo tempo não fazer nada por quem está sofrendo?"
"Eu fiz alguma coisa por eles", escutou uma voz. "Eu fiz você."
Mais perto de Deus (anônimo)
Um dos mais desconcertantes - e deliciosos - ensinamentos do mestre era repetir: "Deus está mais próximo dos pecadores que dos santos."
E explicava da seguinte maneira: "O Senhor, nos céus, tem um fio que O conecta a cada um dos seres humanos. Quando você erra, este fio é cortado, e Deus dá um nó. Quanto mais pecados, mais nós tem a corda, mais curta ela fica - e a pessoa se aproxima cada vez mais de Sua misericórdia."
O vício (tradição hassídica)
Um dos estudantes estava conversando com o outro, quando o rabino Pinchas entrou. Curioso, quis saber o que falavam.
"Rabino, estávamos preocupados com os vícios que podem nos perseguir."
"Não se preocupem com isso" respondeu Pinchas. " Na juventude, é o homem quem persegue os vícios."
Administrando as plantas (anônimo)
Um homem, que se orgulhava muito do seu jardim, viu - com desconsolo - que ele havia sido afetado por uma praga de dentes-de-leão. Por mais que tentasse, não conseguia livrar-se deles. Desesperado, escreveu para o Departamento de Agricultura local. "O que devo fazer? "
Depois de um longo tempo, recebeu a resposta:
"Sugerimos que aprenda a amá-los."
Tenha piedade de minha alma (Saadi de Shiraz)
Um rei, que torturava o seu povo com altos impostos, repressão, censura, recebeu a visita de um homem santo.
"Diga uma prece por mim e por meu reinado, pedindo que Deus tenha piedade de todos", exigiu o rei.
O homem santo imediatamente rezou: "Senhor Misericordioso, tire a vida deste homem."
O rei ficou furioso: "Que prece louca é essa?"
"É o melhor que pode acontecer. Para o senhor, porque não cometerá mais pecados, e para o povo, que ficará livre de muitas injustiças."

Nenhum comentário: