Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

terça-feira, 20 de agosto de 2002

Trazendo Deus para a vida real

Muitas vezes vemos a busca espiritual como algo distante da nossa realidade. Nada pode ser mais equivocado que esta atitude; Deus está em tudo que nos cerca, e muitas vezes nós só O servimos quando estamos ajudando o nosso próximo. A seguir, algumas histórias a respeito:

Os erros do passado

Durante uma viagem, Buda encontrou um yogue apoiado numa perna só.

"Queimo os erros do meu passado", explicou o homem.

"E quantos erros já queimou?"

"Não tenho a menor idéia."

"E quanto falta queimar?", insistiu Buda.

"Não tenho a menor idéia."

"Então é hora de acabar com isto. Pare de pedir perdão a Deus, e vá pedir perdão a quem você feriu."

Dando o exemplo

Perguntaram a Dov Beer de Mezeritch:

"Qual o melhor exemplo a seguir? São os homens piedosos, que dedicam sua vida a Deus? São os homens cultos, que procuram entender a vontade do Altíssimo?"

"O melhor exemplo é a criança", respondeu.

"A criança não sabe nada. Ainda não aprendeu o que é a realidade", foi o comentário geral.

"Vocês estão muito enganados, porque ela possui três qualidades que nunca devíamos nos esquecer", disse Dov Beer. "Está sempre alegre sem razão. Está sempre ocupada. E quando deseja qualquer coisa, sabe exigi-la com insistência e determinação"."

A prece e as crianças

Um pastor protestante, depois de constituir família, não tinha mais tranqüilidade para orar. Certa noite, ao ajoelhar-se, foi perturbado pela brincadeira das crianças na sala.

"Manda os meninos ficarem quietos!", gritou.

Assustada, a mulher obedeceu. Desde então, sempre que o pastor chegava em casa, todos ficavam em silêncio no momento da reza. Mas sentia que Deus não o escutava mais.

Uma noite, no meio da prece, perguntou ao Senhor: "O que está havendo? Tenho a paz necessária, e não consigo orar!".

E um anjo respondeu: "Ele escuta palavras, mas não escuta mais os risos. Ele nota a devoção, mas não vê mais a alegria".

O pastor levantou-se, e de novo gritou para a mulher: "Manda as crianças brincarem! Elas fazem parte da reza!".

E suas palavras tornaram a ser ouvidas por Deus.

O que dirão de você

Quando jovem, Abin-Alsar escutou uma conversa do seu pai com um dervixe.

"Cuidado com suas obras", disse o dervixe. "Pense no que as gerações futuras irão falar de você."

"E daí?", respondeu o pai, "Quando eu morrer, tudo estará acabado, e não me importa o que dirão."

Abin-Alsar jamais esqueceu a conversa. Durante toda a sua vida, esforçou-se para fazer o bem, ajudar as pessoas e executar seu trabalho com entusiasmo. Tornou-se um homem conhecido por sua preocupação com os outros; ao morrer, tinha deixado um grande numero de obras que melhoraram o nível de vida de sua cidade.

Em seu túmulo, mandou gravar o seguinte epitáfio:

"Uma vida que termina com a morte, é uma vida que não valeu a pena".

Nenhum comentário: