Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

terça-feira, 30 de julho de 2002

Compreendendo o sentido da caridade

A prece

O rabino Dov Baer estudava as Escrituras, enquanto seu filho de um ano dormia ao lado de sua mesa de trabalho.

Em dado momento, a criança acordou e começou a chorar. Dov Baer, concentrado no que lia não prestou a menor atenção.

A criança chorou horas seguidas, até que o rabino Zalman, veio correndo do seu quarto e colocou-a no colo. Quando os gritos do menino cessaram, Zalman virou-se para o Dov Baer e disse:

"Admiro a sua concentração no trabalho; se queremos entender Deus é importante o estudo das Escrituras. Mas se queremos nos aproximar de Deus, temos que primeiro consolar aqueles que choram."

A generosidade

Muhammad ib Sugah conta a história de Abdulah e Mansur, dois fiéis muçulmanos. Certo dia, Abdulah pediu ajuda ao amigo.

O tempo foi passando, e nenhuma ajuda foi dada. Um dia, Mansur perguntou:

"Meu irmão, você me pediu ajuda, e eu não fiz nada. No entanto, você parece não ter se irritado com isto."

"Temos uma longa amizade. Aprendi a amar-te antes de precisar de um favor. E consigo continuar te amando, não importa se tu me atendes ou não."

Mansur respondeu:

"Eu não fiz o que pediste, porque queria saber a força de teu desejo. Vi que esta força é maior do que a discórdia e o ódio; amanhã você terá o que pediu."

A doação

A encarregada de uma igreja já ia fechar as portas do templo, quando uma mulher chegou, pedindo um pouco de azeite para o jantar de seu marido.

A encarregada lembrou-se que só tinha azeite necessário para o jantar do padre. "Não tenho o suficiente", respondeu.

Quando o padre chegou, ela comentou o que havia acontecido. O padre ficou furioso; exigiu que fosse entregar o azeite para a vizinha.

Ela recusou-se, dizendo: "Está escrito no evangelho: estejais preparados, pois ninguém sabe a hora em que o noivo chega".

O padre respondeu: "Quando o assunto envolve caridade com o próximo, não precisamos agir de acordo com o que está escrito".

O afeto

H. Bloomfield soube que o pai fora hospitalizado de repente:

"Enquanto viajava para New York, pensava que tinha chance de fazer com que esta visita fosse diferente das demais. Sempre tive medo de mostrar meu afeto, sempre quis manter a mesma distância prudente que meu pai mantinha comigo. Quando o vi na cama, cheio de tubos, dei-lhe um abraço. Ele se surpreendeu.

"Abraça-me também, papai", eu pedi. Ele me havia educado dizendo que um homem nunca demonstra seus sentimentos. Mas insisti. Papai levantou os braços e me tocou. Ali estava eu pedindo a meu pai que me mostrasse o quanto me queria - embora eu já soubesse".

"Senti suas mãos na minha cabeça e - pela primeira vez - escutei as palavras que seus lábios jamais haviam pronunciado: "Te amo". E, a partir do momento em que teve coragem de mostrar seu amor, recuperou sua vontade de viver".

Nenhum comentário: